Hidratação durante o pedal

Hidratação durante o pedal – A hidratação no ciclismo é fundamental e adquire ainda mais importância quanto mais calor, umidade e altitude houver. Os órgãos mais sensíveis à desidratação são os que têm maior proporção de água (cérebro, fígado e músculo), causando fadiga muscular, cãibras, esgotamento, perda de sentidos e inclusive a morte. Uma perda excessiva de líquido (desidratação) prejudica o rendimento e tem um efeito desfavorável sobre a saúde.

Hidratação em climas quentes

Quando treinamos em climas mais quente, nosso sangue não é apenas compartilhado entre o coração e os músculos; ela também precisa ser compartilhado com a pele para o processo de transpiração. Então você tem menos sangue para transportar oxigênio e nutrientes para seus músculos, para se livrar de resíduos em seu coração, e para manter seu débito cardíaco e manter seus batimentos cardíacos baixos, porque uma enorme quantidade desse sangue agora é dedicada a ajudar você se refrescar.

Se você esperar para beber água apenas quando estiver com sede, já será tarde demais. A sede começa quando você está cerca de dois por cento desidratado, mas a desidratação diminui o desempenho do ciclismo independentemente da sede.

Devemos beber antes, durante e depois do exercício

Antes: Meio litro nos 30-60 minutos que antecedem o exercício.

Durante: Um litro para cada hora de exercício (o ritmo ideal é de 100 ml a cada 5 minutos). Todos sabemos que em uma corrida é impossível beber um litro, até porque não temos um carro atrás de nós para ficar nos dando água, mas sempre devemos ter em mente a importância da hidratação durante o treinamento e a competição.

Depois: Devemos beber meio litro para cada quilo de peso perdido. Como média aproximada devemos consumir líquido até que a urina seja abundante e transparente. O líquido não deve estar nem muito frio nem muito quente, pois isso retarda o esvaziamento gástrico.

Não são adequadas as bebidas efervescentes (muita água, muito açúcar, anídrido carbônico, essências e colorantes) nem as bebidas de cola (muita água, muito açúcar, cafeína e poucos sais minerais).

A cerveja não é ruim (contém malte e glicose) mas em pequena quantidade (o álcool bloqueia a capacidade de regeneração e diminui o efeito do treinamento); além disso não tem sais suficientes para compensar um suor abundante.

Bikers Brasil

Fique por dentro de tudo que rola no mundo da Bike. Ciclismo, cicloviagens, cicloturismo, eventos, competições…

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

BLOG DO PITTUKA | CONSERTO DE MOTORES ELÉTRICOS | MANUTENÇÃO DE MOTORES ELÉTRICOS

Copyright © 2020 Bikers Brasil – O mundo dos Bikers. Todos os direitos reservados.