Transporte sua bike com segurança

Transporte sua bike com segurança. Com a chegada de férias muitas famílias sairão em viagem e querem levar suas bicicletas. Então aqui vão algumas dicas e como transporta-la com segurança.

Transportar Sua Bike no Carro

Para não ter amolação, vale a pena prestar atenção às regras para transportar bicicletas no carro. A Resolução 349 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) é que trata dessa questão, detalhando questões primárias, como: o transporte da bicicleta deve obedecer ao limite de carga do veículo; ela deve estar bem afixada ao veículo para não se soltar; seu acondicionamento também não deve comprometer a visibilidade do condutor nem a estabilidade ou condução do veículo.

NA TRASEIRA Preste atenção se a bicicleta está tapando alguma luz do veículo. A única que pode ficar encoberta é a terceira luz de freio. A bicicleta também não deve exceder a largura máxima do veículo. Para isso, muitos motoristas tiram o pneu dianteiro da bicicleta e o guardam no porta-malas. Nenhum volume transportado pode ultrapassar a dianteira do veículo. Se a bicicleta estiver obstruindo (ainda que parcialmente) a placa traseira, é necessário usar uma segunda placa devidamente lacrada por autoridade de trânsito.

NO TETO É importante frisar que, quando a bicicleta é transportada num suporte no teto do veículo, não se aplica o limite de altura 50 centímetros estipulado para as cargas transportadas nessa região, sendo tratada como exceção. Isso significa que é permitido levar a bicicleta “em pé”, fixada num trilho sobre o teto do veículo. Sobre o teto ou na parte traseira, o dispositivo destinado ao transporte de bicicletas deve trazer: a forma correta de instalação; o modo de fixação da bicicleta nele; a quantidade máxima de bicicletas transportadas; e os cuidados de segurança durante o transporte.

NA PICAPE Como a bicicleta é considerada carga indivisível, pode ser levada para além do término da caçamba de uma picape, com a tampa aberta, mas obedecendo a um limite: o comprimento do balanço, que é a medida do centro da roda até o término da carga, deve ser até 60% da distância entre-eixos do veículo, que é a medida entre o eixo dianteiro e o eixo traseiro. O objeto que se projeta para além da traseira da picape deve estar bem visível e sinalizado, sendo que à noite deve ser usada uma luz vermelha e um dispositivo refletor vermelho. Com o veículo em movimento, a tampa do compartimento de carga somente pode ficar aberta enquanto o objeto estiver sendo transportado.

PENALIDADES Nesse caso, as multas variam de acordo com a infração praticada. De acordo com o artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), conduzir o veículo sem uma das placas de identificação resulta em multa de R$ 191,54, perda de sete pontos, além de possibilidade de apreensão e remoção do veículo. Se a bicicleta se soltar e for arrastada, segundo o artigo 231 do CTB no inciso II, a multa aplicada será de R$ 191,54, perda de sete pontos e retenção do veículo para regularização. Transitar com dimensões de carga superiores aos limites estabelecidos (artigo 231, inciso IV) resulta em multa de R$ 127,69, perda de cinco pontos e retenção do veículo. Transitar com excesso de peso (também artigo 231, inciso V) gera multa de R$ 85,13, perda de quatro pontos e remoção do veículo.

Racks e suportes para bicicletas

Transporte sua bike com segurança

Transportar a bike em ônibus de viagem

A lei nos dá amparo para transportar bagagem até um certo volume. Só tem um problema, a bicicleta montada dá mais do que o volume permitido! Portanto, se o motorista encrencar, ele estará com a razão (mesmo que não saiba disso) e fica difícil discutir. Você vai ter que fazer o seguinte:

– abaixar totalmente o selim
– tirar as duas rodas
– colocar uma roda de cada lado do quadro, presas a ele de alguma forma
– embalar, o que pode ser feito com um saco de lixo preto mas fica melhor se for feito com papelão

Se você for ver, é exatamente o mesmo procedimento de embalar num mala-bike, com a diferença que o mala-bike é caro e difícil de carregar depois. Essa solução do papelão ou saco de lixo tem a vantagem de você poder jogar no lixo quando chegar no destino e improvisar de novo quando precisar embarcar mais uma vez. A não ser que você tenha onde deixar o mala-bike para pegar na volta, antes de reembarcar, o papelão ou saco de lixo é a solução.

Alguns motoristas reclamam porque ficam preocupados com a possibilidade da bike estragar a bagagem de algum passageiro, o que é dor de cabeça para ele. Nesses casos, se você embalar com papelão o cara não reclama. Tem outros que querem lucrar sobre a sua desinformação mesmo, aí se ela estiver embalada você pode esfregar o texto da lei na cara dele. Mas o principal é desmontar e embalar, para ela se enquadrar na lei.

Tem gente que faz a Carteirinha de Cicloturista da Federação Paulista de Ciclismo. Não precisa se associar, não precisa ser residente no estado de São Paulo e é de graça. Não tem nenhum efeito legal, mas tem essa lei aí no verso dela e tem cara de “oficial”, o que ajuda a convencer alguns motoristas de que você tem o respaldo de uma associação e conhece seus direitos.

Transporte sua bike com segurança
5 (100%) 3 votos

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Transporte sua bike com seguranca

Transporte sua bike com segurança

Transporte sua bike com segurança

Avalie essa matéria

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.